5 Coisas Que Deve Saber Sobre O Utilizador Online Alemão

5 min read

Se estás a desenvolver a tua estratégia de negócios internacionais, provavelmente tens muitas perguntas. O teu produto será tão bem sucedido no exterior como é no próprio país? O país de destino está pronto para comprar o teu produto? Quão diferente é fazer negócios no Reino Unido em comparação com a Alemanha?

A verdade é que toda a cultura é diferente e precisas de estar pronto para isso.

Por exemplo, a Alemanha pode ser um país muito atraente para um empresa de tecnologia. Mas, isso não significa que vá ser exatamente aquilo que estás à espera.

Por isso, se estás a expandir o teu negócio para a Alemanha, tens aqui uma lista de coisas que deves saber, para além do facto de que é a maior economia da UE e é onde 800 milhões de currywurst são consumidos todos os anos.

Os alemães acham os anúncios em dispositivos móveis desagradáveis

A publicidade em dispositivos móveis é definitivamente uma ótima maneira de alcançar novos clientes. Apenas não na Alemanha.

De acordo com este estudo realizado pela Nordlight Research, 92% dos utilizadores online tem uma visão negativa ou neutra em relação aos anúncios em dispositivos móveis e cerca de dois terços acha que os anúncios em dispositivos móveis são um incómodo.

E não é apenas em dispositivos móveis. Também são grandes fãs de software para bloquear anúncios, portanto, a menos que tua publicidade seja mesmo boa desvias pensar numa estratégia diferente.

Por outro lado, estudos revelam que mais de 50% dos consumidores na Alemanha indicaram anúncios de jornais e revistas como fontes de informação em que confiam e 84% confiam nos amigos e familiares.

Então, se estiveres a expandir para a Alemanha, pode ser uma boa ideia incluir anúncios impressos na estratégia de marketing internacional e trabalhar o marketing de influência.

As comparações de preços são muito importantes.

A comparação de preços é definitivamente uma tendência mundial crescente nos últimos anos e a Alemanha não é exceção. Tens muitas plataformas diferentes que fazem exatamente isso no mercado alemão.

Portanto, se o teu produto pode ser facilmente comparado com outros, considera adicionar os teus produtos às plataformas de comparação de preços. No entanto, tem em consideração que a maioria das informações é pesquisada em alemão.

Os alemães adoram pagar com dinheiro

De acordo com esta pesquisa do BCE,o dinheiro ainda é rei na Alemanha. Na verdade, os alemães são quem mais tem dinheiro na carteira em toda a União Europeia – 103 euros em média. O Instituto de Pesquisa Económica de Colónia também descobriu que cada alemão usa um cartão em média 49 vezes, enquanto os dinamarqueses e os suecos pagam com cartão mais de 300 vezes e os britânicos mais de 200 vezes.

Mas isto tem uma explicação. A Alemanha tem vários colapsos monetários na sua história, por isso, é natural que as pessoas temam pelo seu futuro financeiro. Eles também preferem pagar com dinheiro porque lhes permite controlar melhor as suas finanças e, ao contrário dos cartões de crédito, o dinheiro é anónimo, por isso não deixa nenhum rasto de informação.

Tem isto em consideração quando decidires as tuas opções de pagamento.

A privacidade é uma prioridade

A proteção de dados e a privacidade são importantes na Alemanha. Ao longo da sua história, a Alemanha viu nascer dois regimes políticos baseados na vigilância do seu povo. Isso permitiu a esses sistemas políticos controlar, manipular e oprimir o povo alemão.

Então, não é de admirar que a Alemanha seja muito rigorosa quando se trata de privacidade. Na verdade, as leis de proteção de dados são mais rígidas na Alemanha do que em qualquer outro lugar (e se não as cumprires, poderás ter de pagar milhões de euros em multas).

Lembra-te de garantir que os dados dos teus clientes e dos seus dispositivos estão seguros, pois as violações de segurança podem acabar com um negócio. Se levares a privacidade e proteção de dados a sério, e fores transparente relativamente a isso, podes ter vantagens competitivas.

Precisas de falar alemão

Tem isto em consideração: apenas cerca de dois terços dos alemães falam inglês, e menos de um quarto destes se considera proficiente na língua.

Considera também isto: 75% das pessoas pesquisam online para obter informações na sua língua nativa – com 58% a afirmar que isto também aumenta a fidelidade à marca (Common Sense Advisory).

Falar o idioma dos teus clientes dar-te-á o que precisas para melhorar a satisfação do cliente e na Alemanha isso não é exceção.

[Ed: e agora uma palavra dos nossos patrocinadores…]

Na Unbabel, estamos a tornar as barreiras linguísticas uma coisa do passado para as empresas que se querem tornar globais – ou otimizamos os seus fluxos de trabalho quando já operam a essa escala.

É por isso que o Pinterest confia em nós para garantir o apoio ao cliente a nível global, com apenas 5 agentes de língua inglesa.

É assim que a Skyscanner aumentou a satisfação do cliente internacional de 75% para 92% com a Unbabel.

E é exatamente o que estamos a fazer para ajudar Daniel Wellington a aumentar o CSAT, e a mais do que duplicar a satisfação pelos seus tempos de resposta.

Quer tenhas a Salesforce,, Zendesk, , Freshdesk ou outrasa Unbabel, com o seus serviços de Tradução Automática baseada numa rede neuronal adaptada ao domínio, Qualidade Estimativa e uma comunidade global de 55.000 tradutores, está aqui para te ajudar a oferecer um verdadeiro atendimento ao cliente multilingue.

ArtboardFacebook iconInstagram iconLinkedIn iconUnbabel BlogTwitter iconYouTube icon